sexta-feira, 19 de abril de 2013

Uberlândia realiza eventos para elaboração de Plano de Gestão de Resíduos Sólidos

Fonte: Blog Gestão Ambiental e Sustentabilidade
Para discutir a destinação correta de resíduos sólidos, as Secretárias de Serviços Urbanos e Meio Ambiente têm realizado eventos para a elaboração do Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólido em Uberlândia. É a primeira vez que o município debate o assunto e até o fim do mês estão programadas outras cinco audiências.
De acordo com o secretário de Serviços Urbanos, Eduardo Afonso, o plano ainda está em discussão. “A comunidade e pessoas envolvidas no tema estão presentes e nós faremos um debate para tirar as ideias e sugestões. Depois realizaremos um grande encontro que definirá a politica do setor pela Prefeitura Municipal de Uberlândia”, disse.

Segundo a geógrafa da secretaria, Maria do Rosário dos Reis, diariamente são descartadas cerca de 500 toneladas de resíduos sólidos no aterro da cidade e a maioria poderia ser reaproveitada se o município já tivesse um plano de gestão. “O objetivo do plano é traçar ações e estratégias para reverter essa situação e dar destino adequado para esses resíduos”, afirmou.
O diretor de controle ambiental, Maurício Soares Garques, disse que mais audiências serão realizadas para a conclusão do plano. “O próximo passo é realizar um diagnóstico e em seguida o plano final. Terá um seminário nesse intermédio e por fim será elaborado o plano de gestão", explicou.
Há 10 anos, segundo a diretora executiva de Talentos Humanos de uma empresa da cidade, Marineide Peres, é realizado um trabalho de coleta de materiais no local em que trabalha. "Em 2011 coletamos mais de três toneladas, entre celulares e acessórios. Essa sustentabilidade ambiental só é viável se todos colaborarem. Por isso, acredito que a medida que cada empresa, cada pessoa participar desse processo vamos ter um mundo bem melhor e mais fácil até de conduzir as ações uma vez que todos são responsáveis”, comentou.
O analistas de telecomunicações, Bruno Henrique Moreiras Santos, apoiou a iniciativa. "Dessa forma estamos destinando corretamente os materiais e assim não produziremos nenhum mal ao meio ambiente. Além disso, trazemos matéria que coletamos tanto aqui quanto em casa”, contou.

Fonte: G1.



Nenhum comentário:

Postar um comentário