sexta-feira, 26 de abril de 2013

De acordo com pesquisa, quem mora perto da natureza vive mais feliz


Getty Images
Parques e áreas verdes podem influenciar na saúde mental da população? Segundo um estudo produzido pelo Centro Europeu para Meio Ambiente e Saúde Humana, sim. Segundo a pesquisa, quem vive perto da natureza não se beneficia apenas do ar puro e do canto dos pássaros, mas também tem mais qualidade de vida do que quem mora no meio da selva urbana das grandes cidades.


Os pesquisadores usaram dados de mais de 10 mil adultos, entre 1991 e 2008, que se mudaram para locais mais próximos de áreas verdes. A proposta do estudo era identificar a importância dessas áreas na saúde psicológica das pessoas, como no controle do estresse, por exemplo. O resultado é que as pessoas são consideravelmente mais felizes quando vivem perto de áreas verdes. Elas demonstram menor cansaço mental, menores índices de depressão e mais qualidade de vida.


No vídeo acima (em inglês), o psicólogo ambiental Mathew White fala sobre os resultados do estudo. Um ponto interessante da análise é que os pesquisadores tentaram comparar o impacto positivo de áreas verdes com outras atividades que melhoram o bem-estar das pessoas. Passar a morar perto da natureza equivale a um terço da felicidade que as pessoas sentem quando se casam, por exemplo.

O estudo pode servir de incentivo para que as autoridades responsáveis por planejamento urbano aumentem os espaços verdes nas grandes cidades.

Fonte: Bruno Calixto em sua coluna na Revista Época.

Vamos discutir mais sobre o assunto?


Mas, e você leitor(a)? Acha a conclusão da pesquisa reveladora ou um pouco óbvia? Deixe seu comentário!



Nenhum comentário:

Postar um comentário