terça-feira, 4 de agosto de 2015

Curso de combate e prevenção de incêndios florestais

Treinamento para combate a incêndio florestal
Foto: Leonardo Ogusuku
A equipe do Parque Estadual do Pau Furado e voluntários da região fizeram o curso de brigadistas nos dias 28, 29 e 30 de julho.
Mais informações e fotos veja a reportagem.

O curso foi realizado pelo Programa de Prevenção e Combate a Incêncios Florestais (Previncêndio), vinculado à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMAD), com o apoio da Organização Não-Governamental (ONG) Brigada 1 e da PM através do Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo (CORPAer)   . 


O combate a incêndios florestais é comum na região do Pau Furado nos meses mais secos do ano, com período crítico entre agosto e novembro, informa a Gerente do Parque Estadual do Pau Furado, Mariane Macedo. 

A capacitação dos brigadistas voluntários se torna uma importante ferramenta para combater os incêndios na região. Sua causa geralmente está relacionada à falta de conhecimento de alguns moradores do entorno, que não realizam o aceiro, em suas terras (que é obrigatório, para evitar o descontrole da queimada autorizada); ou por pessoas que utilizam a região do pau furado para atividades ecoturísticas e não se atentam ao perigo de iniciar incêndios (bituca de cigarro, fogueiras, etc).

É importante lembrar que a queimada controlada ainda é uma prática agrícola, mas que precisa ser autorizada pela Secretaria  de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável  - Semad, através das  Superintendências  Regionais  de  Regularização  Ambiental  – Suprams  e  seus  respectivos  Núcleos  Regionais  de  Regularização  Ambiental  – NRRA. Mais informações veja a resolução conjunta SEMAD/IEF 2075/2014.




QUEIMADA SEM AUTORIZAÇÃO É CRIME. DENUNCIE: 0800 283 23 23.


Fotos por: Leonardo Ogusuku e Eliete Vilarinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário