quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

ALERTA: Maioria dos reservatórios mineiros com volume abaixo de 50%.

Foto: G1
A esperança de que as chuvas de dezembro a março voltassem a tornar caudalosos os rios e os reservatórios mineiros evaporou com o prolongamento da estiagem que assola o Sudeste. Sem as precipitações previstas para dezembro e com a projeção de que o primeiro trimestre, que é o mais chuvoso do ano, seja de chuvas insuficientes, a Copasa já adota medidas de reforço, a Defesa Civil está em alerta, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) recomenda cautela e cidades em todo o estado, como Pirapora, que sofre com a redução do volume do Rio São Francisco, estão apreensivas com a possibilidade de que a seca deste ano seja pior que a de 2014, com grande risco de desabastecimento.

A situação é tão grave que, em plena estação chuvosa (outubro a abril), 102 municípios mineiros estão em situação de emergência e mais da metade dos reservatórios de Minas monitorados pela Agência Nacional das Águas (ANA) está com volume abaixo de 50%. A Grande BH não corre risco de desabastecimento, segundo a Copasa.


Veja a reportagem completa em:


Um comentário: